A Califórnia é um dos Estados mais legais dos Estados Unidos. As cidades grandes, como Los Angeles, San Francisco e San Diego têm opções 24 horas. As cidades praianas, como Santa Barbara e Santa Monica, possuem o verdadeiro clima californiano, com praias e festas. As pequenas cidades do Vale do Silício, como Mountain View, Cupertino e Palo Alto, concentram as sedes das principais empresas de tecnologia do mundo.

Impossível não ter vontade de conhecer essa diversidade. O Dubbi, plataforma colaborativa de viajantes, dá dicas do que fazer nas cidades da Califórnia.

 

Costa oeste

Percorrer de carro as cidades da Califórnia que ficam na costa oeste (San Diego, Los Angeles e San Francisco) é o sonho de muitos viajantes. A boa notícia é que esse sonho é perfeitamente possível de virar realidade. O aluguel de carro nos Estados Unidos não é dos mais caros (é possível encontrar diárias por volta de R$ 150). Para conseguir pegar o automóvel, basta ter uma carteira de motorista válida no Brasil e ser maior de 21 anos.

Não é comum pedirem a carteira de motorista internacional, mas, por via das dúvidas, saia do Brasil com ela em mãos (custa cerca de R$ 200). O viajante Lucas Caiado, de São Paulo, dá uma dica fundamental para se dar bem nas estradas. “Obedeça as placas de trânsito. A fiscalização nos EUA é rigorosa, as multas são altas e há muitos policiais”, diz.

No meio do caminho, a paisagem é deslumbrante, entrecortada por morros e falésias. Existem paradas chamadas de “Point Views”, os pontos de observação, mas nada impede de o viajante descobrir o seu próprio observatório favorito (desde que não tenha uma placa de proibido parar).

São muitos passeios que dá para fazer nessas três cidades da Califórnia, mas vamos citar ao menos um em cada local que é obrigatório. Em San Francisco, esqueça o carro um pouco, alugue uma bicicleta no Fisherman´s Wharf (cerca de R$ 100) e atravesse a ponte Golden Gate Bridge, principal cartão-postal da Califórnia. Vá até Sausalito, cidade vizinha.

Em Los Angeles, ver algo relacionado aos filmes e séries de Hollywood é elementar. Por isso, o passeio Vip Studio Tour, no Warner Bros. Studios, é a indicação perfeita. Com ingresso que varia entre R$ 150 e R$ 750, é possível tomar um café no local onde os personagens de “Friends” se reuniam ou ver roupas, móveis e parte do cenário da saga de “Harry Potter”.

Por último, San Diego tem o segundo melhor zoológico dos Estados Unidos, segundo o TripAdvisor. Trata-se do San Diego Zoo, em que é possível ver pandas, coalas, cangurus e ursos polares. Ingressos por R$ 150.

Santa Monica

Vizinha a Los Angeles, Santa Monica é uma cidade de 90 mil habitantes e apenas 22 km². No entanto, possui uma série de atrações que a tornam uma das mais procuradas cidades da Califórnia. É considerada uma das melhores praias urbanas do mundo. E é na praia que o dia começa já agitado, com as pessoas se exercitando na orla da Santa Monica State Beach.

Para os amantes de camarão e das cidades da Califórnia, o Bubba Gump Shrimp é uma ótima pedida, no 301 Santa Monica Pier. Trata-se da rede que surgiu após o filme Forrest Gump, em que o protagonista lança a rede em homenagem ao amigo morto na guerra e apaixonado pelo crustáceo.

Aliás, é no Santa Monica Pier que o viajante deve passar boa parte do dia, para sentir o verdadeiro clima das cidades da Califórnia. Lá está a famosa roda gigante colorida, em que é possível ter uma vista diferenciada da cidade. Caminhe pelo calçadão para ver, de um lado, prédios e lojas, e, de outro, praia, areia e pessoas com trajes de banho.

À noite, cinemas, teatros e bons restaurantes não faltam em Santa Monica. Para dançar e paquerar, o The Room Santa Monica é bastante eclético.

Por fim, que tal cruzar a famosa Rota 66? Ela começa nas cidades da Califórnia, atravessa oito estados, e vai até Chicago, Illinois.

Passeios geeks

As cidades da Califórnia que formam o Vale do Silício são sedes das principais empresas de tecnologia do mundo, como Google, Facebook, Apple, Microsoft,Twitter, Whatsapp, HP, Dell, Intel, IBM, Mozilla (a lista é imensa). É destino obrigatório para qualquer um que se considere nerd (e mesmo para quem tem apenas curiosidade em tecnologia).

O Googleplex, o complexo do Google, em Mountain View, é gigante como tudo que leva o selo Google: são cerca de 50 prédios no total. Como boa parte das cidades da Califórnia, o lugar é todo moderninho. Prova disso que para se deslocar entre os vários prédios, é preciso emprestar uma Google Bike (os funcionários fazem isso o tempo todo). É possível fazer tours guiados agendados. A entrada é pela sede, na 1600 Amphitheatre Parkway.

A Apple não permite o mesmo tipo de interação: nenhum dos prédios é aberto ao público. Mesmo assim, vale a pena andar pela Infinite Loop, a rua na cidade de Cupertino que abriga a sede da Apple, cujos seis prédios se alocam em forma de círculo (tudo isso é baseado em um conceito da programação chamado de loop infinito).

Para conhecer a garagem em que Steve Jobs e Steve Wozniak começaram a desenvolver a maça, vá ao endereço 2066 Crist Drive, Los Altos (outra das cidades da California). No entanto, a casa é propriedade particular atualmente e não é possível entrar, apenas tirar foto por fora.