A Grécia é, sem dúvida, um destino cultural, clássico e chique, seja para férias ou lua de mel.  Navegar pelas ilhas Gregas, conhecer a emblemática Acrópole de Atenas, e Olímpia, origem dos Jogos Olímpicos da Antiguidade, degustar as iguarias e os vinhos tradicionais e receber a hospitalidade dos moradores, serão alguns fascínios que o país irá lhe oferecer.

E os atrativos são tantos, que para aproveitar melhor é preciso identificar o estilo da sua viagem, para saber o que priorizar. Pensando nisso, a Amanda Fontenele do blog A Grécia do seu jeito, fez a triagem de algumas dicas para você que está planejando visitar a Grécia pela primeira vez. Confira abaixo:

Maiores atrações turísticas

Além da milenar, moderna e imprescindível Atenas, a outra grande preferência dos turistas é pelas ilhas, que por serem inúmeras e com particularidades, a melhor forma de conhecê-las é separando-as por arquipélagos. Enquanto as ilhas do tipo: Santorini, Mykonos, Creta, Rhodos e Corfu, são conhecidas mundialmente e possuem relevante infraestrutura turística, cada uma das demais, também dispõe de belezas e características exclusivas.

Se a pretensão de suas férias estiver principalmente no âmbito cultural, tendo Atenas como base de partida, descubra as “joias gregas escondidas”:

  • Na região do Peloponeso, a cidade antiga de Micenas, o Teatro de Epidavros mundialmente popular pela acústica perfeita, a pitoresca Nafplion, Olímpia origem dos Jogos Olímpicos e Monemvasia com a famosa rocha.
  • Ilhas do Argosarónico, Hydra, Poros e Egina.
  • Cabo Sounio, com as ruínas do templo de Poseidon.
  • Marathona, local em que os gregos venceram os persas na batalha de Marathona 490 a.C. Fidípides correu para Atenas, para falar a vitória e após anunciá-la, caiu morto. Dando origem à corrida de Marathon.
  • Delphi (Delfos) e Meteora, são Patrimônio Mundial da UNESCO. O sítio arqueológico de Delfos é um dos mais famosos da Grécia. E em Meteora, você se surpreenderá com os seis incríveis mosteiros construídos no topo das rochas, que possuem entre 305 e 549 metros de altura.

Melhor época para ir

Os meses mais turísticos vão de maio até outubro. Ressaltando que agosto é o auge do verão e não é o mês mais indicado para você quer uma viagem econômica. Além de ser um período de intenso calor e superlotação. Se pretende conhecer as ilhas de novembro até março, baixa estação, prefira as maiores para ter praticidade na hora de se locomover. Pois há redução na quantidade de transporte entre elas e algumas ficam praticamente desertas, apenas com os moradores.

Como se deslocar

Em Atenas, utilizar o metrô para percorrer longas distâncias, poderá ser uma boa alternativa, pois a qualidade do transporte é excelente, além do baixo custo. A cidade também é bem servida de ônibus e frotas de táxi.

Para transitar entre as ilhas há Highspeed (embarcações rápidas) e ferry boats(barcas). As mais turísticas possuem aeroporto com voos diários durante a alta estação.

Idioma

Grego. Devido ao fato de ser um destino bastante turístico, muitas pessoas também falam inglês, principalmente os mais jovens.

Fuso horário

A diferença é de +4 a +6 horas em relação ao horário de Brasília.

Costumes

Os gregos são prestativos, caso precise de informações, não tenha receio em perguntar. Se você tiver a oportunidade de mencionar que é brasileiro (a), a simpatia será maior ainda. Eles gostam quando os turistas tentam falar algumas palavras em grego, mostrando respeito pela cultura local. Alguns termos básicos:

  • Bom dia: Kaliméra – Boa tarde: Kalispéra – Boa noite: Kalinirta
  • Obrigada: Efharistô  – Por favor: Parakalô
  • Sim: Né – Não: Ohxi
  • Sou brasileiro (a): Ime vraziliano (a)

Cuidado! Quando atravessar as ruas tenha atenção, pois eles dirigem muito rápido.

Culinária

Cada região possui os seus pratos típicos. Seguem alguns indispensáveis e que você encontrará facilmente:

  • Moussaká, a lasanha com batatas, beringelas e molho de carne moída.
  • Pastítsio, a lasanha grega, com molho de carne moída e macarrão pene.
  • Elliniki Salata – Salada Grega, com tomate, pepino, cebola, azeitonas, queijo feta (com leite de ovelha e cabra), orégano e azeite, é uma das iguarias indispensáveis.
  • Arni me Patátes sto Fourno, cordeiro assado com batatas.
  • Peixes e Frutos do mar: camarão, polvo e lula, são alguns dos mais degustados, recomendados principalmente nas ilhas, já que geralmente são frescos.
  • Pita gyros, um pão de pita (parece massa de pizza), recheado com frango ou carne, cebola e um molho feito com iogurte grego.
  • Vinhos: Os vinhos gregos são de boa qualidade. E os valores podem variar conforme a marca.
  • Ouzo: Uma das bebidas alcoólicas mais fortes do mundo e tradicional na Grécia.

Segurança

A pesar da crise econômica e de algumas manifestações que já ocorreram, a Grécia continua sendo um país seguro. Entretanto, nas grandes cidades, aconselho que evite andar sozinho durante a noite por ruas não movimentadas. Se possível, utilize táxi.

Telefones úteis

  • Polícia: 100
  • Emergência médica: 166
  • Embaixada do Brasil em Atenas: (+30) 210-7213039