Que o dólar está alto todo mundo sabe… Mas isso não é motivo para cancelar os planos de passar uma temporada fora do Brasil. A Descubra o Mundo, agência especializada em estudos no exterior, selecionou alguns destinos de intercâmbio para estudar inglês e fugir da alta do dólar.

1 – Malta

Considere fazer um intercâmbio em Malta: os preços por lá costumam ser mais baixos do que a maioria dos países da Europa. Para quem nunca ouviu falar: trata-se de uma ilha europeia, localizada no mar mediterrâneo, bem perto da Sicília (Itália). A população local fala o maltês, mas tem o inglês (britânico) como segunda língua. Por isso, há várias ótimas opções de escolas de idiomas que ensinam inglês para estrangeiros. Além disso, o lugar é paradisíaco, ensolarado, cercado por belas praias e paisagens!

 2  – Cidade do Cabo, África do Sul

A África do Sul tem atraído olhares e não é de hoje! A Cidade do Cabo (Cape Town) é o destino preferido de intercambistas que querem praticar o inglês num lugar barato, acolhedor e de clima agradável. A moeda local, o rand, é desvalorizada em relação ao real. Isso torna o custo de vida na África do Sul mais baixo, ideal para quem não quer gastar muito. Sair para jantar é uma diversão gostosa e acessível, principalmente para quem está acostumado com os altos preços dos restaurantes brasileiros.

3 – Irlanda

O custo de vida da Irlanda não é dos mais baixos, até porque, se fizermos a conversão, 1 euro equivale a mais de R$ 3. Mas a principal vantagem em fazer um intercâmbio na Irlanda é a possibilidade de poder trabalhar e estudar –20 horas semanais normalmente e 40 horas semanais no período de férias escolares. Assim, quem quiser, junta uma graninha trabalhando fora dos períodos das aulas e ganhando experiência profissional. Belo alívio no orçamento! Quer saber quais são os melhores destinos de intercâmbio dentro da Irlanda? Dublin é o clássico. Se quiser sair do “senso comum”, pesquise sobre Cork, Galway ou Limerick.

4 – Canadá

Essa é sempre uma boa opção para quem tem o orçamento justo. Os cursos de idiomas no Canadá têm bom custo-benefício, assim como os preços das passagens aéreas. O custo de vida é “ok” na maioria das cidades (nem tão alto, nem tão baixo) e, estando lá, há muitas formas de economizar. Quer um exemplo? Caminhe ao invés de usar o transporte público. O país é muito seguro e você poderá fazer isso tranquilamente a qualquer hora do dia. Toronto e Vancouver são os destinos mais procurados, mas não deixe de pesquisar também cidades menores como Victoria e Calgary.

 

Fonte: https://catracalivre.com.br/geral/viagem-acessivel/indicacao/quatro-destinos-de-intercambio-para-estudar-ingles-e-fugir-da-alta-do-dolar/